MST volta a invadir fazenda da Cutrale no interior de SP

Cerca de 300 integrantes do Movimento dos Sem-Terra (MST) voltaram a invadir na manhã desta quarta-feira, 31, a Fazenda Santo Henrique, da Cutrale, em Borebi, no centro-oeste paulista. A área já foi ocupada no início de junho pelo MST, mas a Justiça determinou a reintegração de posse. A fazenda também foi invadida em anos anteriores - numa das ocupações, 12 mil pés de laranja foram destruídos.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

31 de julho de 2013 | 10h56

O movimento alega que os 2,6 hectares são terra pública. A propriedade é objeto de ação reivindicatória movida pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). No dia 10 deste mês, a Justiça Federal bloqueou a matrícula da fazenda, acatando pedido de tutela antecipada feita pelo Incra, por meio da Advocacia Geral da União (AGU). A empresa, que tenta reverter o bloqueio, deve entrar ainda hoje com pedido de desocupação da fazenda invadida.

Tudo o que sabemos sobre:
MSTinvasãoBorebi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.