MST se torna quebra-cabeça para Lula, diz El País

Uma reportagem publicada nesta quarta-feira pelo jornal espanhol El País diz que o Movimento dos Sem-Terra (MST) "está se convertendo em um quebra-cabeça" para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao começar a ocupar fazendas produtivas. De acordo com o jornal, Lula vê "com naturalidade" as reivindicações do MST, mas "adverte contra os excessos" e pede que os sem-terra "não radicalizem a luta". O El País? diz que a maior preocupação é que as reivindicações do MST "acabem contagiando outros movimentos de protesto". O jornal afirma que, segundo analistas, existem hoje no Brasil outros 51 movimentos que reivindicam o direito à terra e que realizam invasões, inclusive dissidentes do MST que acusam o grupo de ser muito "conservador e acomodado com o poder".Ainda segundo o jornal, a preocupação de empresários é que as ocupações de terras produtivas desanimem os investidores nacionais e estrangeiros. O diário espanhol diz, no entanto, que a Igreja critica o governo Lula e dá razão a invasões de terras produtivas, alegando que assim como o Estado expropria terrenos produtivos para, por exemplo, contruir uma estrada, isso pode ser feito a favor da reforma agrária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.