MST saqueia caminhões de alimentos em AL

Cerca de 500 integrantes do Movimento dos Sem-Terra, em marcha desde este sábado, vindos do agreste alagoano em direção a Maceió, aonde chegam nesta segunda-feira, saquearam três caminhões-baú, cheios de alimentos (frios, charque e massas para pizza).O saque aconteceu neste sábado a tarde, em um trecho da AL 220, no município de Arapiraca, a 142 quilômetros da capital. Com fome, os agricultores rasgavam as embalagens plásticas com os dentes e saíam comendo as massas de pizza cruas pelo acostamento da rodovia, que havia sido bloqueada, com toras de paus e pneus.Os três caminhões saqueados estavam no congestionamento de carros retidos, pelo bloqueio da pista. Um policial militar observou tudo e nada pôde fazer. Ele disse que a ordem do comando era não se meter no conflito. Acompanhar tudo à distancia.Os motoristas dos três caminhões que transportavam produtos da Sadia deram perda total da carga. Um dos coordenadores do MST, Santino dos Santos, disse os saques vão continuar, se faltar comida ao longo da marcha.Quando os sem-terra em marcha passaram neste domingo de manhã pela cidade de São Miguel, os comerciantes fecharam as portas das lojas, com medo de saques. Só não houve saque porque os sem-terra tinham recebido cestas básicas da Prefeitura de Arapiraca, na noite anterior.Os integrantes da marcha pernoitam no CAIC do Pilar e seguem nesta segunda-feira pela manhã em direção a Maceió. Os sem-terra em marcha vão exigir do Incra agilidade nos processos de desapropriação de terra no agreste e no sertão. A assessoria de imprensa do Incra informou que a superintendência do órgão em Alagoas só fala sobre a questão nesta segunda-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.