MST sai frustrado de encontro com ministros

Um dia após a ocupação do Ministério da Fazenda, líderes do MST tiveram uma reunião em Brasília com os ministros do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, e da Secretaria-Geral, Luiz Dulci, mas nada foi definido. No resto do País, as invasões continuaram. Foram registrados casos no Ceará e no Rio Grande do Sul. Depois de mais de duas horas de reunião, a líder do MST Marina dos Santos deixou o encontro com os ministros dizendo-se "um pouco decepcionada". Segundo ela, nenhuma proposta oficial foi apresentada ao movimento e o governo recebeu a pauta como se fossem novas todas as reivindicações do MST já encaminhadas antes.Em entrevista, Cassel afirmou que "dificilmente" poderiam ser assentadas as 90 mil pessoas pleiteadas pelo MST. "Temos um orçamento de obtenção de terras este ano de R$ 958 milhões, estamos com R$ 300 milhões contingenciados e os R$ 600 milhões já utilizamos." Os integrantes do MST afirmaram que ficarão "em vigília" até terça-feira aguardando resposta do governo.

Tânia Monteiro, Carmen Pompeu e Elder Ogliari, O Estadao de S.Paulo

13 de agosto de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.