Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

MST promete sair da fazenda do amigo de FHC

O líder do MST José Rainha confirmou que pretende sair da fazenda Santa Maria, em Teodoro Sampaio, interior de São Paulo, pacificamente se houver uma ordem judicial de manutenção de posse, informou o secretário estadual de Justiça, Alexandre de Moraes. A fazenda é de Jovelino Mineiro, sócio dos filhos do presidente Fernando Henrique Cardoso. Também é dele e dos filhos do presidente a fazenda invadida pelo MST no último sábado, em Buritis (MG).Segundo Moraes, Rainha confirmou que não deseja romper o bom relacionamento entre o governo paulista e o movimento dos sem-terra. "Acho que eles estão querendo dar maior publicidade à invasão, até como forma de pressionar uma decisão judicial sobre a posse da terra", disse Moraes, referindo-se à convocação feita hoje por Rainha. O líder do MST quer levar, para se juntar ao grupo de 150 pessoas que já está no local, mais dois mil sem-terra. Moraes evita fazer ligação política entre as invasões e a disputa presidencial. "Pergunte ao Rainha", disse. Moraes afirmou que Rainha garantiu que não fará novas invasões a outras fazendas e que negou também o cronograma de invasões - seriam cerca de 50, no mês de abril. "Ele disse que nunca falou isso e que a invasão da Santa Maria ocorreu porque a terra é considerada devoluta pelo MST", disse Moraes. Para o secretário, a invasão da fazenda Santa Maria não está vinculada a uma lista de assentamentos do Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp) que diverge da lista do MST. "Não há conflito nem divergência. O que há é que o Rainha defende que sejam assentados os filiados ao MST, defende a parte dele e o governo paulista assenta os credenciados no Itesp, independente de serem filiados ao MST."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.