MST promete desocupar praça de pedágio no PR

A praça de pedágio da BR-277, no município de Cascavel, no Paraná, ocupada desde o início da manhã desta quinta-feira por cerca de 400 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e da Comissão Regional dos Atingidos por Barragens (Crab), será liberada nas próximas horas, depois que a empresa Rodovia das Cataratas, concessionária que administra a estrada, reabrir o acesso que liga o distrito de São João à rodovia, informou no final da tarde a assessoria da Crab. O fechamento do acesso, que de acordo com a concessionária é utilizado por motoristas que querem fugir do pedágio, impediu também os sem-terra de se deslocarem entre os vários assentamentos e acampamentos existentes na região. A concessionária decidiu reabrir o acesso depois de negociar durante toda a tarde com o coordenador da Crab, Lucindo Szistalsqi. Szistalsqi e dirigentes da concessionária ainda estão no local, à espera das máquinas que vão reabrir o acesso. "Assim que as máquinas chegarem, o pessoal vai desocupar a praça", informou a assessoria da Crab. Assim que ocuparam a praça, os manifestantes quebraram as cancelas e permitiram que os automóveis transitassem sem pagar pedágio durante toda esta quinta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.