MST ocupa escritório do Itesp em Teodoro Sampaio

Cerca de 200 integrantes do Movimento dos Sem-Terra (MST) ocuparam na manhã desta terça-feira, 10, o escritório regional da Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp), em Teodoro Sampaio, no Pontal do Paranapanema, extremo oeste do Estado. Os manifestantes bloquearam os acessos e obrigaram a interrupção no expediente.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

10 de setembro de 2013 | 12h25

O grupo reivindica a liberação de recursos para os assentados e a retomada do convênio entre a Fundação Itesp e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para a arrecadação de terras devolutas na região. Os imóveis seriam destinados a novos assentamentos.

A mesma unidade já havia sido invadida no final do mês de agosto. Na ocasião, o Incra foi informado que os recursos tinham sido bloqueados para apuração de eventuais irregularidades na aplicação da verba, mas seriam liberados. Já o convênio com o Itesp estava em análise pelos órgãos técnicos. O MST alega que foi fixado um prazo para uma reunião entre as partes e que não teria sido cumprido.

Mais conteúdo sobre:
MSTOcupaçãoItesp

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.