MST nega participação em conflito

O líder do Movimento Sem-Terra (MST) na região de Ribeirão Preto, Edvar Lavratti, negou a participação de integrantes do movimento no confronto ocorrido na madrugada de hoje em fazenda próxima a Barretos, ocupada por integrantes do Movimento de Libertação dos Sem-Terra (MLST). Segundo Lavratti, o grupo que provocou o confronto na madrugada é ligado ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Barretos. Ainda segundo ele, o grupo de trabalhadores ligado ao sindicato já vinha reivindicando a posse da área e estava aguardando decisão judicial para assumir o local. O Incra havia declarado a terra improdutiva em dezembro, mas sua decisão estava sendo questionada na Justiça pelos proprietários da área. Lavratti explicou que participou da invasão da área junto aos trabalhadores ligados ao Sindicato, em abril do ano passado. Três meses depois a área foi desocupada e, segundo ele, o MST se desligou do grupo. "O confronto na madrugada de hoje foi entre este grupo e o do MLST, não tendo qualquer participação do MST", afirmou ele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.