MST mantém quatro rodovias bloqueadas no MS

Quatro das mais movimentadas rodovias em Mato Grosso do Sul, continuam com acessos para São Paulo, Paraná e Mato Grosso interditados pelos sem-terra do MST. Estão bloqueados desde a última quarta-feira, trevos rodoviários da BR-262 em Campo Grande, BR-163 em Coxim na região norte e em Eldorado no sul., BR-487 saída para o Paraná e MS-163 no leste, saída para São Paulo. O MST distribuiu mais de três mil trabalhadores rurais nesses pontos de interdições. No sul do MS, dezenas de caminhoneiros passaram a noite nas rodovias BR-163 e BR-487 aguardando os períodos de liberação do tráfego estimados em 15 minutos a cada três horas de bloqueio. Não há previsão para o final do protesto. Os manifestantes querem assentamentos agrícolas para 30 mil pessoas cadastradas pelo Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) que estão vivendo acampadas em barracas de lona plástica, aguardando a chamada do órgão. O governador José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, afirmou que "o protesto é legítimo, mas não pode prejudicar o direito de ir e vir da população, Estamos negociando a saída deles".

Agencia Estado,

14 Dezembro 2006 | 20h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.