MST mantém invasões no RS

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) manteve três propriedades rurais do Rio Grande do Sul sob ocupação pelo terceiro dia consecutivo, nesta quarta-feira. Os militantes da organização prometem ficar nas áreas que invadiram em Vacaria, Sananduva e Viamão até que o governo do Estado e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) apresentem proposta concreta para assentamento de mil famílias que vivem acampadas no Estado. Eles foram informados de que duas áreas, em São Borja e Santa Margarida do Sul, dependem de decisões da Justiça para serem destinadas à reforma agrária, mas consideraram a perspectiva insuficiente para desmobilizar os grupos. Em Sananduva, a Justiça concedeu reintegração de posse ao proprietário. A Brigada Militar espera reforços para cumprir a ordem e retirar os sem-terra.

ELDER OGLIARI, Agência Estado

28 Setembro 2011 | 18h57

Mais conteúdo sobre:
MSTinvasõesRS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.