MST invade três fazendas no RS em luta pela reforma agrária

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) invadiram três fazendas no Rio Grande do Sul, nesta quarta-feira, 11, anunciando que "as mobilizações fazem parte de uma jornada nacional de luta pela reforma agrária" e pedindo assentamento para as 2,5 mil famílias acampadas à beira de estradas no Estado.Em Coqueiros do Sul, no norte do Rio Grande do Sul, cerca de 700 sem-terra ocuparam a sede da Fazenda Coqueiros. É a oitava invasão que a propriedade rural de 7 mil hectares sofre nos últimos dois anos.Em Pedro Osório, no sul do Estado, outros 400 sem-terra invadiram a Estância Pântano, de 2 mil hectares. E em Nova Santa Rita, na região metropolitana de Porto Alegre, 700 pessoas ocuparam a Granja Nenê, área de 1,5 mil hectares.Além das invasões, o MST também organizou uma marcha em São Gabriel, no sudoeste do Rio Grande do Sul. Cerca de 350 pessoas caminharam até o centro da cidade para defender a desapropriação de 13,2 mil hectares da Fazenda Southall.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.