MST invade fazenda pela quarta vez e provoca destruição

Cerca de 300 integrantes do Movimentodos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) destruíram hoje um curral e um galpão e ocuparam a casa grande da Fazenda Riachão de Dentro, no município de Lagoa dos Gatos, no agreste de Pernambuco,durante a quarta reocupação da área.Segundo José Sérgio de Oliveira, do MST, a ação foi uma resposta à destruição de parte da lavoura de subsistência plantadapelos sem-terra na propriedade. Ele disse que se a Justiça não garantir a preservação da lavoura dos trabalhadores, eles resistirão aum esperado despejo.Também no agreste, na BR-104, quilômetro 43, cerca de 200 acampados do MST interdiraram por quase três horas a rodovia compneus queimados e troncos. O bloqueio foi para protestar pela demora da desapropriação da Fazenda Borba, ocupada por eles háseis anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.