MST invade fazenda no Pará em resposta ao confronto de ontem

Propriedade localizada em Eldorado dos Carajás foi saqueada e destruída pelos sem terra, segundo os donos

Carlos Mendes,

22 Junho 2012 | 14h22

Belém - Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) invadiram nesta manhã a sede da fazenda Cedro, do grupo Santa Bárbara, do banqueiro Daniel Dantas, onde ontem ocorreu um confronto com seguranças da propriedade que resultou em 12 feridos entre os agricultores.

A fazenda, localizada em Eldorado dos Carajás, a 50 km de Marabá, no sudeste do Pará, segundo nota do grupo Santa Bárbara, foi invadida no momento em que seguranças envolvidos no confronto de ontem foram levados pela polícia para prestar depoimento na delegacia de Eldorado dos Carajás.

Os sem terra aproveitaram que a propriedade estava sem segurança para invadir a sede e, segundo os proprietários, saquear casas de empregados e destruir tudo o que encontravam pela frente. O clima é extremamente tenso na área. Os fazendeiros acusam a polícia do Pará de não dar proteção à propriedade, como foi anunciado.

O secretário de Segurança Pública, Luís Fernandes e o ouvir Agrário Nacional, Gersino Filho, estão em Marabá para uma reunião sobre a situação da fazenda, que segundo o Ministério Público Federal (MPF) mantém dentro da área 826 hectares que pertencem à União, mas que são usados pela Agropecuária Santa Bárbara como se pertencessem à empresa. Essa área foi desapropriada e entregue ao Incra para o assentamento de famílias, como confirmou o próprio superintendente regional do Incra em Marabá, Edson Luiz Bonetti.

Mais conteúdo sobre:
MST eldorado dos carajás Pará

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.