MST invade fazenda na divisa entre RJ e ES

O MST realizou sua terceira ocupação no estado do Rio ao invadir a fazenda Desejo e Azurara, na divisa com o Espírito Santo, na BR-101, em Campos, norte fluminense. A área, considerada pelo Incra como ?latifúndio improdutivo? em vistoria realizada em 2001, tem a posse disputada na Justiça, o que inviabiliza a liberação para fins de reforma agrária.De acordo com uma líder local do MST, Mariana Santos, pouco tempo depois da ocupação, as 100 famílias foram ameaçadas verbalmente por 15 fazendeiros, escoltados por 30 homens, entre eles Leonardo Terra de Almeida (PFL), vereador de São Francisco de Itabapoana, uma cidade próxima, e arrendatário da terra. Até o início desta tarde, a situação era tranqüila, e um efetivo da Polícia Militar fazia a segurança no local. ?Procurei orientar as duas partes para que na segunda-feira procurem a Justiça e decidam a questão?, explicou o comandante da PM de Campos, coronel Mário Pinto, que disse ainda desconhecer as ameaças feitas aos invasores. ?Não tenho conhecimento, mas estamos lá para assegurar que nada aconteça.? Marina informou que a intenção dos militantes é não abandonar o local enquanto a Justiça não liberar a terra para a posse provisória. Contou ainda que está receosa pelo o que pode ocorrer na fazenda porque, apesar da proteção da PM, os ?jagunços estão pelas redondezas?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.