MST interdita rodovia perto de MS por duas horas

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) interditou nesta segunda-feira a rodovia Marechal Rondon (SP-300), no município de Castilho (SP), na divisa com Mato Grosso do Sul. O bloqueio foi em protesto contra a Justiça Federal e o Governo Federal, acusados de emperrar o processo de reforma agrária no interior do Estado. A paralisação durou das 10 horas ao meio-dia. Com bandeiras, ferramentas agrícolas, faixas e cartazes, cerca de 500 sem-terra bloquearam as duas pistas da rodovia, no quilômetro 662, e também impediram o tráfego dos veículos que saíam da Rondon para usar a rodovia que dá acesso ao município de Ilha Solteira. No entanto, os congestionamentos foram poucos, porque os sem-terra liberavam o tráfego a cada meia hora."Queremos que o Tribunal Regional Federal acelere os processos que discutem as posses de 14 fazendas na região. Há 1,5 mil famílias esperando há anos por isso. Sem esses julgamentos não há como se fazer reforma agrária", disse Lourival Plácido de Paula, diretor estadual do MST. Os sem-terra também cobram do Governo Federal agilidade na liberação de recursos para seis novos assentamentos, que foram contingenciados pelo Ministério da Fazenda. "Há mais de mil famílias de assentados esperando por esses recursos", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.