MST interdita rodovia e ameaça invadir hotel em Alagoas

Cerca de 500 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) interditaram hoje um trecho da AL-101 Sul, em Maragogi, na divisa de Alagoas com Pernambuco, a 160 quilômetros de Maceió. Eles reivindicavam agilidade nos processos de desapropriações de terras e uma audiência com o prefeito da cidade, Fernando Sérgio Lyra (PSDB). Antes da interdição da rodovia, eles fizeram uma passeata pela cidade, distribuíram panfletos e ameaçavam invadir o Hotel Salinas - um dos mais luxuosos do Estado. Segundo o secretário de Saúde de Maragogi, Júlio Bandeira, os manifestantes desobstruíram a rodovia, depois que foi marcada uma audiência com o prefeito, para a próxima quarta-feira, no auditório do 6º Batalhão da Polícia Militar, em Maragogi. Bandeira disse que os manifestantes fazem parte dos acampamentos que reúnem cerca de 600 famílias na periferia da cidade. Segundo ele, o prefeito está intermediando junto ao Incra a desapropriação de terras para assentar as famílias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.