MST forma três acampamentos no RS

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) formou três acampamentos no Rio Grande do Sul para pressionar os governos estadual e federal a acelerar da reforma agrária, informou José Censi, um de seus coordenadores regionais. Os acampamentos estão localizados nas rodovias federais 390, entre Eldorado do Sul e Arroio dos Ratos, 377, em Cruz Alta, e na estadual 158, em Lagoa Vermelha, relata o movimento em nota divulgada hoje.Segundo Censi, os três acampamentos somam 2.000 famílias. Neles, há mantimentos para poucos dias de permanência, disse Censi, embora o movimento prometa permanecer à beira das estradas por tempo indeterminado. Com estes núcleos, o MST disse que soma quase 3.000 famílias acampadas no Estado. "Isso prova que a reforma agrária está muito lenta", diz a nota do movimento. "No ano passado, a meta de assentamentos do Incra e do governo do Estado era de assentar 2.000 famílias, mas pouco mais de 400 foram assentadas", conclui o MST.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.