MST faz protesto e bloqueia rodovia no Triângulo Mineiro

Pelo menos 150 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) fizeram um protesto hoje no quilômetro 112 da Rodovia BR-050, entre Uberaba e Uberlândia, no Triângulo Mineiro. O grupo incendiou pneus para bloquear a pista, nos dois sentidos, entre 9 e 12 horas. O congestionamento chegou a cerca de oito quilômetros em cada pista e o tráfego de veículos foi liberado depois da chegada da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

BRÁS HENRIQUE, Agência Estado

16 Dezembro 2010 | 20h51

A intenção dos sem-terra, segundo a integrante da direção nacional do MST na região Marili Zacarias, era protestar contra a ordem de reintegração de posse da Fazenda Inhumas, de Uberlândia, ocupada há dois anos e meio. A ordem de despejo vence no dia 22.

O MST quer a intervenção do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no caso e promete não deixar a área da fazenda no prazo determinado pela Justiça. Os proprietários da fazenda alegam que a área é produtiva e que não existirá acordo. O movimento, que ocupou nove áreas em Minas Gerais neste ano, informa que existem 3 mil famílias acampadas no Estado e quer vistoria do Incra em vários locais.

Ainda hoje, cerca de 200 famílias sem-terra resistiam a uma reintegração de posse em área de Gurinhatã, no Pontal do Triângulo Mineiro, perto de Ituiutaba. A Polícia Militar (PM) foi acionada. Até o início da noite a situação era tranquila.

Mais conteúdo sobre:
sem-terra MST protesto rodovia MG

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.