MST faz nova ocupação no Pontal do Paranapanema

Um dia depois de se reunir com o governador Cláudio Lembo (PFL), no Palácio dos Bandeirantes, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-terra (MST) voltou fazer ocupação no Pontal do Paranapanema, extremo oeste de São Paulo. Nesta sexta-feira, cerca de 100 integrantes cortaram a cerca e entraram na Fazenda Água Limpa, em Presidente Epitácio. O grupo ligado ao líder Jose Rainha Junior iniciou a montagem dos barracos. A área de 2,6 mil hectares pertence à família Ueda. Segundo o advogado dos donos, Fernando Neves Baptista, a fazenda é utilizada para a criação de gado e as terras são produtivas. Ele entra segunda-feira com pedido de reintegração de posse no Fórum de Epitácio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.