MST fará manifestações também no Sul e no MS

O MST do Paraná está organizando uma grande manifestação em Foz do Iguaçu, amanhã, reunindo também o Movimento Campesino Paraguaio (MCP), para lembrar o Dia Internacional de Luta pela Terra e em homenagem aos 19 sem-terra mortos em Eldorado dos Carajás, há seis anos. Os organizadores do protesto esperam ainda o apoio da comunidade árabe, pois um dos objetivos é pedir a paz no Oriente Médio e manifestar solidariedade ao povo palestino.A programação começa às 10 horas, no centro da cidade, onde haverá uma celebração religiosa. Depois, os manifestantes saem em caminhada pelas principais avenidas de Foz do Iguaçu. Às 15 horas, eles se concentram nas proximidades da Ponte da Amizade, recebendo a solidariedade de um grupo de paraguaios. Do outro lado da ponte, os paraguaios também estarão realizando manifestações, com a presença de representantes brasileiros.Mato Grosso do SulDirigentes do MST confirmaram ao superintendente regional do Incra, Celso Cestaria, a realização de várias ações de protestos no Mato Grosso do Sul, amanhã. Cestari afirmou esperar manifestações pacíficas e sem maiores conseqüências, sendo as mais preocupantes os bloqueios de rodovias federais. Em Dourados, região sul do Estado, 400 famílias de sem-terra ligadas ao movimento estão acampadas em frente das fazendas São Marcos, Bonanza I e II, e pretendem invadi-las hoje durante a madrugada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.