MST e via Campesina desocupam pedágios no Paraná

Informação é da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias

Agência Estado

16 de outubro de 2008 | 19h23

A regional paranaense da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR-PR) informou nesta quinta-feira, 16, que as estradas concedidas no Estado voltaram a operar normalmente com a desocupação de mais três praças de pedágio que haviam sido invadidas de manhã por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e Via Campesina. As últimas praças a serem desocupadas foram a de Witmarsum, administrada pela Rodonorte, a de Prudentópolis (Relógio), da Caminhos do Paraná e a praça de Mandaguari, administrada pela Viapar. A entidade reitera que todas as concessionárias afetadas pelos protestos dos dois movimentos recorreram à Justiça para obter reintegração de posse, porém as desocupações foram todas espontâneas.

Tudo o que sabemos sobre:
MST

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.