MST destaca luta de Campos contra o latifúndio em PE

O Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) lamentou em nota a morte prematura do candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos, e destacou que o ex-governador agiu com ousadia e coragem contra o latifúndio pernambucano.

ADRIANA NERY, Estadão Conteúdo

13 de agosto de 2014 | 17h30

"Campos foi um grande amigo do MST e apoiador da luta pela terra e pela Reforma Agrária, fato que o fez ganhar notável confiança dos trabalhadores rurais do estado de Pernambuco. Em muitos momentos, o jovem político agiu com ousadia e coragem a favor da luta dos sem-terra contra o latifúndio pernambucano, desapropriando áreas históricas reivindicadas pelo MST", diz o texto.

Para o MST, a morte prematura do ex-governador de Pernambuco é uma grande perda para a política nacional e para os sem-terra, que perderam um amigo e um grande apoiador da luta pela terra e pela transformação social no País.

Mais conteúdo sobre:
Eduardo CamposMST

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.