MST desocupa hidrelétrica na Bahia

Os 500 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST que ocuparam ontem a Subestação da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) no município alagoano de Delmiro Gouveia, fronteira com Paulo Afonso na Bahia, deixaram o local na tarde de hoje após ordem do comando nacional do movimento. Havia o risco de os sem-terra provocarem algum acidente na Subestação que controla o fornecimento de energia para os Estados da Bahia, Pernambuco e Ceará.Os líderes da invasão chegaram a lacrar a sala de comando duas vezes onde funcionários da Chesf precisam monitorar o sistema ininterruptamente. Contudo, a empresa tem tecnologia para transferir esse controle para outras unidades, o que evitou o risco do sistema ser desligado. Os sem-terra invadiram o local para pedir rapidez nos processos de regularização de assentamentos de 37 locais da zona rural alagoana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.