MST desocupa fazenda no sul da Bahia

Os integrantes do Movimento dos Sem-Terra (MST) desocuparam, na manhã de hoje, a fazenda Céu Azul de propriedade do Grupo Suzano Papel e Celulose, em Teixeira de Freitas, no extremo sul da Bahia. A propriedade, de 945 hectares, foi ocupada há 11 dias por cerca de 3 mil pessoas ligadas ao MST. O acordo para a desocupação foi firmado na noite de ontem entre as lideranças do movimento e o superintendente regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), José Vieira Leal Filho. O órgão se comprometeu a tentar adquirir a área para assentamento. O juiz Roney Jorge Cunha Moreira, da comarca de Teixeira de Freitas, já havia determinado a reintegração de posse do imóvel. A desocupação foi pacífica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.