MST decide desocupar fazenda de embaixador

O Movimento dos Sem-Terra (MST) decidiu, há pouco, desocupar a Fazenda Renascença, de propriedade do embaixador do Brasil na Itália, Paulo Tarso Flecha de Lima, no município de Aruana de Minas (MG). Amanhã, às 09 horas, representantes d o MST vão reunir-se com dirigentes do Instituto Nacionalde Colonização e Reforma Agrária (Incra) para discutir a pauta de reivindicações dos sem-terra, mas o Incra já antecipou que vai liberar créditos do Pronaf e de fomento para os sem-terra, segundo informou há pouco Gilmar Mauro, um dos coordenadores nacionais do MST.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.