MST da Base invade a 11ª fazenda no oeste paulista

Integrantes do grupo autodenominado MST da Base, uma dissidência paulista do Movimento dos Sem-Terra (MST) invadiram, na madrugada deste domingo, a Fazenda Santa Maria, no município de Bastos, oeste do Estado de São Paulo. De acordo com o movimento, mais de 100 pessoas entraram na fazenda, mas a Polícia Militar contabilizou 60 invasores. É a décima-primeira propriedade rural invadida desde o início do mês no chamado "janeiro quente" do movimento. Duas das áreas foram ocupadas por um grupo que se autodenomina MST Independente, uma dissidência do MST da Base.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

22 de janeiro de 2012 | 16h48

Os grupos de sem-terra reivindicam a aceleração da reforma agrária na região. No início da tarde, os proprietários da Santa Maria conseguiram uma liminar no plantão judiciário da Justiça Civil de Bastos para a retirada dos invasores. De acordo com o militante Luciano de Lima, os sem-terra devem fazer uma reunião à noite para decidir sobre a eventual desocupação do imóvel. "Caso a decisão seja por atender a ordem do juiz, só vamos sair amanhã (segunda-feira)", disse o líder. Outro grupo de sem-terra acampou nos limites da Fazenda Esperança, em Iepê, mas a propriedade não chegou a ser invadida. De acordo com Lima, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) já teve a posse da área, faltando apenas assentar as famílias.

Tudo o que sabemos sobre:
sem-terrainvasãoFazenda Santa Maria

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.