MST contabiliza 42 invasões no 'Abril Vermelho'

Em nota oficial divulgada no final desta tarde, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) salientou que "a jornada de lutas" (batizada de Abril Vermelho) chegou a 42 ocupações e marchas em 16 Estados. O movimento defende o assentamento das 90 mil famílias acampadas, atualização dos índices de produtividade e políticas públicas para as áreas de Reforma Agrária.

AE, Agência Estado

15 de abril de 2010 | 20h24

Na nota, o MST cobra os compromissos assumidos pelo governo federal que ainda não teriam sido cumpridos. O coordenador nacional do MST, João Paulo Rodrigues, reclama que "a maioria das áreas ocupadas já foram classificadas como improdutivas em vistorias do Incra, mas ainda não foram desapropriadas e destinadas à Reforma Agrária".

De acordo com o MST foram ocupadas 19 áreas em Pernambuco, nove em São Paulo, cinco em Paraíba, três em Sergipe, duas no Ceará, e uma no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul.

Tudo o que sabemos sobre:
MSTAbril Vermelhoinvasõesbalanço

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.