MST chega a fazenda de embaixador

Depois de uma caminhada de 12 quilômetros, os sem-terra que estavam acampados na divisa dos municípios de Uruana de Minas e Arinos (MG) chegaram, por volta do meio-dia, à área em frente da Fazenda Renascença, de propriedade do embaixador do Brasil na Itália, Paulo Tarso Flexa de Lima. O clima no local é tenso. Cerca de 30 policiais estão guardando a entrada da propriedade. Quinhentos sem-terra participaram da marcha. O MST ameaça ocupar os galpões da fazenda enquanto não forem atendidas suas reivindicações. Os manifestantes entregaram a pauta de exigências ao comando da Polícia Militar, que a enviou ao governo de Minas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.