MST bloqueia rodovia no interior de São Paulo

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) bloquearam hoje a rodovia Sebastião Ferraz de Camargo Penteado (SP-250), principal ligação do sudoeste paulista com o Paraná. A ação fez parte do "Abril Vermelho", a jornada de lutas do movimento.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

20 de abril de 2010 | 16h53

Os sem-terra ergueram uma barricada por volta das 9h e passaram a permitir apenas a passagem de ambulâncias e veículos com produtos perecíveis. Formou-se um longo congestionamento no trecho entre Guapiara e Apiaí. A região não possui opção de desvios. Policiais militares e rodoviários negociaram a reabertura da estrada. Mesmo assim, o trânsito ficou interrompido até as 13h.

Os sem-terra saíram do assentamento Professor Luiz David de Macedo, no município de Apiaí. Eles reivindicavam melhorias nas condições do assentamento e a recuperação da rodovia, usada para escoamento de produtos agrícolas e minerais. A estrada está parcialmente interditada desde janeiro em razão da queda de um barranco. Eles protestaram contra o governo estadual.

Em Agudos, a Polícia Militar cumpriu hoje ordem de reintegração de posse contra militantes do MST que ocupavam a fazenda Nossa Senhora Aparecida. Os sem-terra deixaram a fazenda de forma pacífica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.