MST anuncia quatro ocupações no interior do RS

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) ocupou quatro propriedades rurais no interior do Rio Grande do Sul nesta terça-feira, 29, para pressionar o governo a acelerar o assentamento de famílias acampadas. As ações são parte da Jornada Nacional de Lutas pela Reforma Agrária, que relembra os 21 trabalhadores rurais assassinados no massacre de Eldorado do Carajás (PA) e neste ano concentra agenda no período de 28 de abril a 10 de maio.

ELDER OGLIARI, Agência Estado

29 de abril de 2014 | 13h16

Segundo o site do próprio MST, foram ocupadas uma fazenda de 300 hectares em Passo Fundo, uma de 104 hectares em Cruz Alta, uma de 3 mil hectares em Capão do Leão e uma de 860 hectares em Catuípe. As invasões mobilizaram cerca de 800 pessoas.

Mais conteúdo sobre:
MSTocupaçõesRS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.