MPF quer investigar ação da PM no Maranhão

O procurador-chefe em exercício do Ministério Público Federal (MPF) no Maranhão, Alexandre Meireles, pediu à Polícia Federal a abertura de inquérito para investigar a ação da Polícia Militar do Maranhão que, na quarta-feira passada, cercou uma casa onde funciona o serviço de inteligência da PF em São Luís, munida de um mandado de busca e apreensão expedido por uma juíza estadual do Maranhão. Meireles disse que o objetivo é descobrir se a PM tinha conhecimento prévio de que no local funcionava um escritório da PF. Segundo ele, até vizinhos da casa sabiam que o imóvel era ocupado pelo governo federal. A PF terá 30 dias de prazo para concluir o inquérito, que deverá ser aberto nos próximos dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.