MPF quer fechamento de madeireira em terra indígena

O Ministério Público Federal (MPF) em Ji-Paraná (RO) entrou com ação pública solicitando o fechamento imediato de nove madeireiras que devastam três terras indígenas no Estado. O governo do Estado também é citado na ação por emitir licenças ambientais.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

27 de outubro de 2011 | 13h40

As madeireiras, segundo o MPF, estão extraindo ilegalmente grandes quantidades de madeiras nobres de três terras indígenas. As madeireiras estão situadas no distrito de Boa Vista do Pacarana, no município de Espigão d''Oeste. O MPF pede também a condenação de todos os réus a pagamento de danos morais coletivos, no valor de R$ 10 milhões em favor das comunidades indígenas Suruí, Zoró e Cinta Larga, em razão dos prejuízos sofridos.

Tudo o que sabemos sobre:
ambientemadeireiraterra indígena

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.