MPF quer analisar com agilidade pedido de intervenção no DF

Despacho do relator do caso, ministro Gilmar Mendes, foi recebido na quinta-feira passada

Agência Brasil

08 de abril de 2010 | 13h56

O Ministério Público Federal informou que o despacho do relator do pedido de intervenção no Distrito Federal, o ministro Gilmar Mendes, será analisado o mais rapidamente possível, para que fundamente com clareza os procedimentos na Câmara Legislativa do DF. O despacho do foi recebido nesta quinta-feira, 8, no MPF.

 

O argumento do relator do caso, ministro Gilmar Mendes, é de que no pedido de intervenção ficou claro como seria essa intervenção. O ministro disse ainda que nos casos de intervenção é necessário determinar a amplitude, o prazo e as condições.

 

O pedido de intervenção no DF foi feito no dia 11 de fevereiro pelo Procurador Geral da República, Roberto Gurgel, por causa do possível envolvimento de integrantes do alto escalão do governo e de empresários em um esquema de arrecadação e distribuição de propina, desarticulado pela Operação Caixa de Pandora da Polícia Federal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.