MPF divulga desmentido sobre investigação de Lula

Em nota divulgada na manhã desta quarta-feira, o Ministério Público Federal (MPF) afirma que o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, ainda analisará o depoimento do empresário Marcos Valério Fernandes de Souza para, então, decidir se vai encaminhar para a primeira instância um pedido de investigação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Somente após a análise poderá informar o que será feito com o material. Portanto, não há qualquer decisão em relação a uma possível investigação do caso", diz a nota.

AE, Agência Estado

09 de janeiro de 2013 | 13h45

O jornal O Estado de S. Paulo mantém as informações publicadas nesta quarta-feira.

Segue a íntegra da nota:

"Ao contrário do que foi publicado nesta quarta-feira, 9 de janeiro, pelo jornal O Estado de São Paulo, a Secretaria de Comunicação do Ministério Público Federal informa que o Procurador-Geral da República, Roberto Gurgel, ainda não iniciou a análise do depoimento de Marcos Valério, pois aguardava o término do julgamento da AP 470 (mensalão). Esclarece ainda que somente após a análise poderá informar o que será feito com o material. Portanto, não há qualquer decisão em relação a uma possível investigação do caso.

Secretaria de Comunicação Social

Procuradoria Geral da República"

Tudo o que sabemos sobre:
mensalãoMPFinvestigaçãoLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.