MPF denuncia envolvidos em compra de votos

O Ministério Público Federal denunciou nesta sexta-feira o ex-governador doAcre, Orleir Cameli, seu irmão, Eládio Cameli, e os ex-deputados João Maia, Ronivon Santiago, Osmir Lima e Chicão Brígidopor envolvimento no esquema de compra de votos para votação favorável à emenda que permite a releeição de presidentes daRepública e governadores.Todos foram ouvidos pela Polícia Federal e negaram participação no episódio.Baseado emtranscrição de gravação de conversas dos ex-parlamentares, o procurador Osório Barbosa pediu a quebra de sigilo bancário,fiscal e telefônico de 1997."O relatório da Comissão de Sindicância do deputado Ibraim Abi-Ackel concluiu serem fortes econsistentes os indícios de corrupção ativa e passiva dos envolvidos", afirma Barbosa.Os deputados teriam recebido cada umR$ 200 mil para votar a favor da emenda. A Justiça Federal negou semana passada pedido de busca e apreensão das fitas empoder do jornal Folha de S.Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.