MPF denuncia 4 acusados da Máfia dos Sanguessugas

A Procuradoria Regional da República da 1ª Região (PRR-1) denunciou à Justiça o prefeito de Novo Mundo (MT), Nelson Baumgratz, os empresários Darci José Vedoin e Luiz Antônio Trevisan Vedoin, donos da Planam, e Alessandra Trevisan Vedoin, acusados de envolvimento na Máfia dos Sanguessugas. O grupo articulava a compra superfaturada de ambulâncias, esquema desarticulado pela Polícia Federal em maio de 2006 . Segundo o Ministério Público Federal (MPF), investigações da Polícia Federal, da Controladoria Geral da União e da Receita Federal revelaram que os acusados montavam empresas fantasmas a fim de forjar licitações e vender ambulâncias e equipamentos de saúde por valores acima do mercado. Ainda de acordo com o órgão, a aquisição de equipamentos superfaturados causou prejuízo de R$ 36 mil aos cofres da prefeitura de Novo Mundo, em 2002. A denúncia será analisada pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). Se forem condenados, os quatro acusados podem cumprir pena de até 15 anos de prisão, além de multa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.