MPE pede multa a jornal por propaganda antecipada em favor de Serra

Segundo representação, 'Estado de Minas' publicou fotos como 'verdadeiros anúncios de propaganda eleitoral'

Solange Spigliatti, da Central de Notícias,

02 de julho de 2010 | 22h52


SÃO PAULO- O Ministério Público Eleitoral (MPE) entrou com uma representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo multa de R$ 25 mil ao jornal Estado de Minas por ter publicado, no dia 10 de abril, propaganda antecipada em favor do candidato à presidência José Serra.

 

De acordo com a representação, o jornal, além de fazer referência ao conteúdo do material publicitário confeccionado para o lançamento da pré-candidatura de Serra, publicou no centro da página fotografias dos banners, em cores e formato próprios de propaganda paga, caracterizando "verdadeiros anúncios de propaganda eleitoral".

 

Segundo o TSE, na página também foram publicadas frases de apoio à candidatura de José Serra e sua imagem ao lado do ex-governador mineiro Aécio Neves, "figura influente no cenário político mineiro", além de banners com a sigla do PSDB.

 

De acordo com o MPE, a publicação se distanciou da finalidade informativa, assumindo nítida conotação eleitoral. "O jornal Estado de Minas, ao invés de informar, passou a divulgar a pré-candidatura em questão, em espaço privilegiado de largo alcance, excedendo, assim, os limites da liberdade de expressão."

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.