MPE pede cassação de deputado estadual do DEM-SP

O Ministério Público Eleitoral (MPE) pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a cassação do mandato do deputado estadual paulista Gilberto Macedo Gil Arantes (DEM) por conduta irregular nas eleições de 2006. O MPE acusa as servidoras públicas Maria de Fátima Soares e Adélia Torres de utilizarem veículo oficial da Prefeitura de Ubatuba (SP), vinculado ao Programa de Saúde da Família (PSF), para comparecer a reunião político-eleitoral no comitê do então candidato a deputado estadual, comandada pelo prefeito da cidade, Eduardo César (PR).O MPE argumenta junto ao TSE que o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), ao julgar o caso, desconsiderou as confissões feitas pelos envolvidos na questão e que o uso da máquina administrativa "foi documentado por fotografias". O TRE-SP considerou que, embora a reunião tenha sido realizada em um sábado, as servidoras estavam "em pleno" horário de trabalho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.