MPE acusa Zeca Dirceu de propaganda antecipada

O Ministério Público Eleitoral (MPE) entrou ontem com representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o secretário de Relações Institucionais do PT no Paraná, José Carlos Becker de Oliveira e Silva, conhecido como Zeca Dirceu, filho de José Dirceu e ex-prefeito do município de Cruzeiro do Oeste.

AE, Agência Estado

31 Julho 2010 | 08h14

Segundo a vice-procuradora-geral eleitoral, Sandra Cureau, Zeca Dirceu teria publicado texto em seu blog na internet, no dia 3 de junho, com propaganda eleitoral antecipada em benefício da candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff.

Na representação, Sandra afirmou que Zeca Dirceu levou ao conhecimento do eleitorado, antes do dia 5 de julho, considerações como "Defendo que o partido deve priorizar desde já a campanha Dilma presidente", ou "Como já ficou claro, nós não estamos começando do zero. A candidatura de Dilma já vem crescendo de forma expressiva no Paraná".

Mais conteúdo sobre:
eleição Dilma Zeca Dirceu José Dirceu

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.