MP-RJ denuncia vereador por morte de secretário

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) denunciou o vereador Juscelino Cruz de Araújo e mais três pessoas por homicídio triplamente qualificado. De acordo com a denúncia, oferecida pela Promotoria de Justiça Criminal da cidade de Santo Antônio de Pádua, Araújo, então Presidente da Câmara de Vereadores da cidade, planejou e ordenou o homicídio de Josias Quintal de Oliveira, ex-secretário de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro. Os dois tinham divergências políticas.

LUCIANA FADON VICENTE, Agência Estado

21 de outubro de 2010 | 12h27

A denúncia foi recebida na segunda, dia 18, pelo Juízo da 2ª Vara de Santo Antônio de Pádua e expediu mandados de prisão do vereador e outros e outros dois acusados na terça. Em 25 de junho de 2009, o executor do crime atirou contra Waldemar Linhares Duarte, Secretário Municipal de Indústria e Comércio de Aperibé, pensando tratar-se de Oliveira. A vítima foi atingida pelos disparos quando saía do sítio de propriedade de Oliveira, conduzindo um veículo idêntico ao utilizado pelo ex-secretário, e faleceu no local.

Tudo o que sabemos sobre:
crimehomicídiovereadorsecretárioRJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.