MP que dá reajuste a servidores é aprovada

O Senado aprovou ontem a medida provisória 441, que reajusta o salário de 46 categorias de servidores da administração pública federal e cria cargos em diversas carreiras para diminuir a terceirização irregular de postos de trabalho. O projeto foi relatado pela senadora Rosalba Ciarlini (DEM-RN). Como sofreu alterações, voltará à Câmara dos Deputados. A MP beneficia um total de 191.190 servidores ativos, 115.774 aposentados e 72.739 pensionistas, segundo o Executivo. O impacto financeiro anual está estimado em R$ 1,5 bilhão em 2008, R$ 5,7 bilhões em 2009, R$ 7,4 bilhões em 2010, R$ 8,9 bilhões em 2011 e R$ 9,1 bilhões nos anos subseqüentes. Na terça-feira, o Senado já aprovara outra medida provisória que também reajustava salários de outras categorias de servidores, com custo total estimado em R$ 1,9 bilhão em 2008, R$ 4,7 bilhões em 2009, R$ 6,6 bilhões em 2010 e R$ 7,2 bilhões em 2011.A medida beneficiou um total de 91.308 servidores civis, sendo 45.661 ativos, 30.062 aposentados e 15.585 pensionistas, distribuídos em oito carreiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.