MP pede nova ação por propaganda antecipada de Serra

O Ministério Público Eleitoral (MPE) pediu à Justiça Eleitoral hoje a abertura de uma nova ação contra José Serra, candidato a presidente pelo PSDB, por propaganda eleitoral antecipada. O órgão também pede aplicação de multa ao diretório estadual tucano em Pernambuco. O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Henrique Neves vai relatar a ação.

CAROL PIRES, Agência Estado

03 de agosto de 2010 | 16h56

Na avaliação do MPE, em inserções veiculadas na TV em Pernambuco nos dias 2, 4, 9 e 14 de junho, o partido teria desvirtuado a propaganda político-partidária para promover "de maneira dissimulada" a candidatura de Serra. "Eu sei como fazer. E se a gente trabalhar juntos, o Brasil e Pernambuco podem muito mais", diz o candidato nas gravações.

A multa por propaganda eleitoral antecipada (feita antes do dia 6 de julho) varia entre R$ 5 mil e R$ 25 mil. O MPE pede a aplicação da multa máxima a Serra e ao PSDB-PE. José Serra recebeu, até agora, seis punições da Justiça Eleitoral por propaganda eleitoral antecipada, somando R$ 35 mil. Dilma Rousseff, candidata do PT à Presidência, foi multada sete vezes, tendo débito de R$ 33 mil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.