MP pede cassação do governador tucano de Paraíba

Cássio Cunha Lima é acusado de distribuir 35 mil cheques de R$ 150 e R$ 200

Agencia Estado

02 de julho de 2007 | 09h32

O Ministério Público Eleitoral da Paraíba pediu a cassação do diploma do governador do Estado, Cássio Cunha Lima (PSDB). O governador é acusado de ter mandado distribuir 35 mil cheques de R$ 150 e R$ 200 durante a campanha eleitoral do ano passado. O MPE diz que houve prática de abuso do poder político e conduta vedada aos agentes públicos em campanha eleitoral. E também pediu a inelegibilidade por três anos (a partir de 2006) do governador e do vice, José Lacerda (DEM). Os advogados de Cunha Lima acreditam que o parecer será derrotado quando analisado pelo Tribunal Regional Eleitoral.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.