MP deve oferecer denúncia contra acusados da Navalha

A ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Eliana Calmon, disse hoje que o Ministério Público Federal (MPF) deve oferecer denúncia até o fim do mês contra os investigados na Operação Navalha da Polícia Federal. "O dono da ação penal é o Ministério Público. Após a apresentação das defesas, vou analisá-las para encaminhar o processo à Corte Especial. Uns podem ter a denúncia recebida; outros podem ter a denúncia recusada", explicou Eliana Calmon. A Operação Navalha, que buscou desmontar um esquema de fraudes em licitações de obras públicas, foi deflagrada no dia 17 de maio. A denúncia ainda não foi apresentada porque a perícia em contratos assinados com a empreiteira Gautama em diversos Estados pelo País está sendo concluída pela Controladoria-Geral da União (CGU) e pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Os investigados são acusados de fraude de licitações, corrupção, tráfico de influência, superfaturamento de obras e desvio de verbas públicas. As informações são do site do STJ.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.