MP da Bahia tenta acabar com nepotismo em 45 dias

O governador, prefeitos e presidentes dos Legislativos estadual e municipais, dos Tribunais de Contas e de empresas públicas da Bahia receberam um ultimato do Ministério Público Estadual: têm 45 dias para acabar com o nepotismo nesses órgãos. O MPE ameaça quem não demitir os parentes com inquérito por improbidade administrativa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.