MP acaba com exclusividade das carteiras estudantis

O governo federal acabou com o monopólio da União Nacional dos Estudantes e União Brasileira de Estudantes Secundaristas na emissão de carteiras estudantis. As carteiras garantem descontos em cinemas, teatros, shows e eventos esportivos, a chamada meia entrada. A partir desta segunda-feira, os estabelecimentos de ensino também poderão emitir carteiras estudantis. A mudança está prevista numa medida provisória assinada hoje pelo presidente em exercício Marco Maciel. O texto dispensa o menor de 18 anos de exibir a carteira de estudante em locais que concedam descontos para esse grupo. Neste caso, o menor precisará apresentar apenas o documento de identidade, expedido por órgão público competente, para comprovar a idade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.