NILTON FUKUDA/ESTADAO
NILTON FUKUDA/ESTADAO

Movimentos sociais acompanham a votação em frente ao escritório da Presidência na Paulista

No fim da tarde, havia cerca de 100 pessoas no local; há 12 policiais fazendo a segurança em frente ao prédio

Gilberto Amendola, O Estado de S.Paulo

02 Agosto 2017 | 18h06

Sindicatos e movimentos sociais acompanham  a votação da admissibilidade da denúncia contra o presidente Michel Temer em duas televisões instaladas ao lado do escritório da Presidência na Avenida Paulista. 

Por volta das 17h30, São aproximadamente 100 pessoas concentradas no local . Na frente do prédio da Presidência, 12 policiais fazem a segurança do lugar.

Raimundo Bonfim, coordenador da Frente Brasil Popular, um dos organizadores da vigília em frente ao escritório da Presidência da República, na Avenida Paulista, disse que "o governo Temer passou os últimos 20 dias sem governar, apenas negociando emendas com as bancadas e deputados para se segurar no poder".

Apesar disso, Bonfim não acredita que o governo irá perder a votação dessa quarta-feira. "Espero que não seja uma vitória folgada e que recoloque esse governo sob pressão ", disse. "Ainda esperamos que  outras denúncias possam terminar em afastamento", completou. 

Bonfim afirma que a frente Brasil Popular vai desenvolver um calendário de manifestações que deve ocupar todo o mês de agosto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.