Movimento Grande Vaia protesta contra Renan

'Barulhaço' reúne cerca de 80 manifestantes e faz campanha pelo fim do voto secreto no Congresso Nacional

MARCÍLIO SOUZA E CLAUDIO FEUSTEL, Agencia Estado

15 de setembro de 2007 | 15h46

O Movimento Grande Vaia realizou neste sábado, 15, uma manifestação de indignação contra o governo e a permanência de Renan Calheiros (PMDB-AL) no Senado. Cerca de 80 pessoas, segundo estimativa da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e da Polícia Militar, promovem um "barulhaço" na Avenida Paulista, próximo à sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).   Os manifestantes estão distribuindo narizes de palhaço aos motoristas e pedestres e recolhendo assinaturas a favor do fim do voto secreto no Congresso Nacional. Há faixas com dizeres como "Ética Já", "Fora Renan" e "Vergonha".   O Movimento Grande Vaia, que se declara apartidário e pacífico, "é uma iniciativa e uma ação da sociedade civil organizada para manifestar suas insatisfações e decepções com todas as irregularidades e desmandos praticados por aqueles - políticos e instituições - que deveriam representá-la", conforme declaração na página de apresentação na internet (www.movimentograndevaia.com).   Um dos organizadores, o representante comercial Mario Arone, disse que "a sociedade está cansada de não ter hospitais, de não ter segurança, de não ter educação e as empresas estão cansadas de não ter segurança jurídica".   O Movimento Grande Vaia surgiu por meio da internet, logo após o acidente do avião da TAM em Congonhas, na zona sul de São Paulo, em 17 de julho passado.

Tudo o que sabemos sobre:
ProtestoSão PauloRenan Calheiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.