Movimento de autoridades é intenso no Incor

Já é grande a movimentação no Instituto do Coração (Incor), com a chegada de autoridades e políticos. Todos eles vêem deixar mensagens de solidariedade ao governador licenciado de São Paulo, Mário Covas, internado desde o último domingo. No momento, estão na sala de visita improvisada no saguão de entrada da ala nova do Incor os ministros Andrea Matarazzo (Secretaria de Comunicação) e Aloysio Nunes Ferreira (Secretaria Geral da Presidência); os deputados federais José Dirceu (presidente nacional do PT), Alberto Goldman (PSDB) e Zulaiê Cobra Ribeiro (PSDB); os secretários estaduais José Guedes (Saúde), José Anibal (Ciência e Tecnologia), Olavo Sant´Ana (Casa Militar); o presidente da Itaipu Bi-Nacional e amigo pessoal de Covas, Euclides Scalco; o presidente de honra do PT Luis Inácio Lula da Silva e o senador Eduardo Suplicy (PT-SP). Segundo Suplicy, a prefeita Marta Suplicy pode até antecipar a volta de Paris caso o estado de saúde Covas piore. A previsão é de que ela embarque na noite de domingo e chegue na segunda-feira às 5h da manhã. "Covas esteve junto com o PT em várias ocasiões e Marta queria manter o diálogo com o governador, queria trabalhar em parceria com o Estado", afirmou Suplicy. Embora não haja confirmação oficial, estão sendo aguardadas as visitas do presidente Fernando Henrique Cardoso e do governador do Ceará Tasso Jereissati.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.