Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

Mourão diz que ataques de Olavo a militares são 'totalmente sem nexo'

Vice-presidente sugeriu que ignorar as críticas do escritor é a melhor opção

Mariana Haubert, O Estado de S.Paulo

06 de maio de 2019 | 17h30

BRASÍLIA - O vice-presidente Hamilton Mourão reagiu novamente aos ataques do escritor Olavo de Carvalho e seus seguidores contra a cúpula militar do governo de Jair Bolsonaro. No fim de semana, o guru bolsonarista criticou o ministro da Secretaria de Governo, general Carlos Alberto dos Santos Cruz. Para Mourão, as críticas são "totalmente sem nexo" e ignorá-las "será melhor para todo mundo". 

Por meio de seu Twitter, Carvalho acusou Santos Cruz de defender a regulação governamental das redes sociais. "Controlar a internet, Santos Cruz? Controlar a sua boca, seu merda", tuitou Olavo no domingo, 5. Mourão deu as declarações ao chegar nesta tarde ao Palácio do Planalto.

Mais cedo, o ex-comandante do Exército Brasileiro, general Eduardo Villas Bôas, entrou na discussão e, pelo Twitter, afirmou que Carvalho "a partir do seu vazio existencial derrama seus ataques aos militares e às FFAA demonstrando total falta de princípios básicos de educação, de respeito e de um mínimo de humildade e modéstia". 

"Verdadeiro Trótski de direita, não compreende que substituindo uma ideologia pela outra não contribui para a elaboração de uma base de pensamento que promova soluções concretas para os problemas brasileiros", afirmou Villas Bôas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.